Login

Register

Login

Register

Olha o Whisky Single Malt entrando na coquetelaria em grande estilo!

Pra quem imaginou que seria impossível ou um grande pecado usar um whisky single malt na coquetelaria, publicamos 3 receitas incríveis que vão desmistificar esses conceitos:

Penicilin
Um dos clássicos contemporâneos mais famosos, foi criado em NY pelo bartender Sam Ross.

Rendimento – 1 Drink

50 ml de Whisky Glenmorangie

20 ml suco de limão siciliano

20 ml Xarope de mel 1:1 (ou substitua pelo mel puro)

2 laminas de gengibre maceradas

dash de Whisky Ardbeg

Drink Batido, servir em um copo Rocks e finalizar com uma lamina de gengibre.

Penicilin

Smoked Martini
Uma variação do clássico Dry Martini que combina as notas botânicas do Gin com as notas defumadas, marítimas e de especiarias do Whisky Ardbeg.

Rendimento – 1 Drink

50 ml Gin

10 ml Ardbeg

2 dashes de bitter de laranja

Drink Mexido, servir em uma taça Martini e finalizar com casca de limão

Smoked Martini

Smoked Martini

Black Nail
Uma releitura do clássico Rusty Nail, que equilibra a doçura do licor com a parte salina e de especiarias do Whisky Ardbeg.

Rendimento – 1 Drink

45 ml Ardbeg

15 ml Drambuie

2 dashes de Angostura

Drink Mexido, servir em um copo Rocks e finalizar com zest de laranja

Black Nail

Black Nail

Você gosta de Whiskies Single Malt? Me pergunte eu te falo o melhor local de São Paulo para comprar!

Fotos: Jessica Lin – timeout.com e catalogomh.com.br

 

Veja também como fazer um Dry Martini Clássico!

mm

Renato de Andrade

Engenheiro e Sommelier/Consultor Profissional de Vinhos, Cervejas, Destilados e Coquetelaria

Engenheiro de Produção Mecânica, que há mais de 7 anos se dedica ao estudo e pesquisa sobre o mercado de vinhos, cervejas, destilados e coquetelaria ao redor do mundo. Sommelier profissional e consultor especializado em vinhos, cervejas, destilados e coquetelaria formado pela ABS-SP, Associação Brasileira de Sommeliers.

Deixe um comentário